quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

~As páginas~

E nas páginas se tornou enredo, que foi lido.
E nas linhas brotaram a história. 
As verdades que saem da alma, que ainda queima. 
E nas rimas de um futuro deste lastimado, o silêncio, que faz sentido.
E, a qual dos dois pertence a chave do mistério, que se tornou enredo e foi lido, que sai da alma e ainda queima, que é lastimado e faz sentido às palavras do autor?

domingo, 29 de janeiro de 2012

Quinta-feira.

Nesta noite sonharei, com você e no bem, que me fez sentir. Porque hoje é amanhã.. e no amanhã ao amanhecer.. E, depois do entardecer.. Quinta de novo, vai ser. 

Como os ponteiros do relógio, eu vou girando no tempo pra te ter outra vez junto a mim. Onde as portas são pequenas e os cômodos tem requinte e nobreza, pra te acomodar como um rei. Onde as coisas são mais claras, mais justas, mais simples, menos difíceis.. Quinta de novo, vai ser.

Como num filme, desses de final de tarde mas, com um enredo sem fim. Agora sou feliz.. Com você perto de mim.

Porque hoje é amanhã.. e no amanhã ao amanhecer.. E, depois do entardecer.. Quinta de novo, vai ser..

Pra sempre
Pra sempre
Pra sempre
Quinta vai ser.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

~Seu segredo~

Faça de mim o que quiser
Seu homem, seu menino, seu mistério
Sua mania, sua verdade, sua fuga.

Me transforme naquilo que deseja
Seu homem, seu menino, seu mistério
Sua mania, sua verdade, sua fuga.

Mas não me negue o prazer de te ver e sentir
Seu homem, seu menino, seu mistério
Sua mania, sua verdade, sua fuga
Seu segredo. 

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Sem mais..


A estação mudou, mas lembro dos dias de outrora
Eles eram de sol, tinham suas ventanias, mas eram calmos
Buscavamos a perfeição, sem nos darmos conta de que, eram perfeitos..


'Lembro do seu olhar apaixonado e me pergunto, porque ele foi embora?! Já não lembro.'


Estou indo ao parque aos domingos com outro alguém
Mas quando fecho os olhos é você que eu vejo
Quando a noite chega é com você que eu sonho
E nas tardes de frio é por você que eu choro..

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

O sentido

Tudo tem um motivo, um sentido de ser. A vida é como um rio. Você pode até nadar contra à corrente, mas no fim ela sempre vai te levar a um lugar. Ela não te dá escolhas, te dá um lugar e um tempo. O segredo é saber lidar com as cartas que lhe são entregues, saber usá-las. Tudo tem um sentido, mesmo que você não entenda qual é. Tudo tem um sentido e parece fazer parte de um grande conto que se escreve misteriosamente.

sábado, 25 de dezembro de 2010

É apenas um ato de fé

Acredito no nascente e no poente do Sol
Acredito na Lua e nas estrelas
Acredito nas pessoas e no que elas podem fazer
Acredito na justiça e na injustiça
Acredito na certeza e na incerteza
Acredito na verdade e na mentira
Acredito na esperança e no contrário também
Acredito nos sonhos e na razão
Acredito nos desejos e nos pesadelos
Acredito no sorriso e nas lágrimas
Acredito nas alegrias e nas agruras de um momento
Acredito na vida e na morte
Acredito no dia e na noite
Acredito na música e em suas melodias
Acredito na felicidade e em quem não à busca
Acredito no outono e em suas folhas
Acredito no inverno e na sua solidão
Acredito na primavera e nas flores
Acredito no verão e em suas chuvas
Acredito na perfeição do mundo e nas tuas imperfeições
Acredito no amor e no ódio
Acredito no começo e no fim
Acredito em você e em mim
Acredito na canção que diz; que em algum lugar além do arco-íris o céu é azul e os sonhos que você ousa sonhar se realizam de verdade
Acredito em acreditar, pois é o que me move
Acredito em acreditar, pois é o que me leva as horas
Acredito em acreditar, pois crer é apenas um ato de fé.





terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O Fator Desencadeante

Por inúmeras vezes nos deparamos com situações, de encontros e desencontros, que nos levam a um determinante. Situações essas, que podemos chamar de fator desencadeante. O fator desencadeante necessita de ação. Confude, cria equívocos, faz com que as personagens entrem em conflito e dele vivam. Pois são os conflitos que nos fazem avançar, se equivocar, crescer. O fator desencadeante tem um efeito dominó. Sabemos onde começa, mas não sabemos onde termina.